Empoderamento e direitos das meninas através da literatura

IMG_6088As meninas da Vila Nova Chocolatão mostraram que a literatura é capaz de inspirar discussões sobre o que é ser mulher e de transformar nosso corpo, nossa voz e nossos pensamentos em um território nosso – de liberdade e respeito. Durante os dias 9, 16 e 23 de agosto a Biblioteca Comunitária Chocolatão, da Ong Cirandar, nossa parceira, foi um espaço exclusivamente feminino durante a tarde para a realização da Oficina Literária Expressão das Minas, ministrada pela educadora e poetisa Ana dos Santos.

IMG_6142Durante o primeiro encontro, uma Roda de Conversa com o Coletivo Oluchi de Turbantes sobre corpos e empoderamento das mulheres negras tratou da importância de conhecermos aquelas que vieram antes de nós e valorizá-las, apresentou informações sobre a história e realidade das mulheres negras e do feminismo interseccional no Brasil e, é claro, ensinou as participantes a fazerem os turbantes.  Após, a educadora Ana dos Santos falou sobre as escritoras negras mais importantes do País e, juntas, todas leram Não Vou Mais Lavar os Pratos, de  Cristiane Sobral.

IMG_6005No segundo dia, foi o momento de conhecer algumas das principais escritoras negras do País e falar um pouco sobre estilos literários. Depois, foi feita uma chuva de ideias sobre as palavras Corpo, Mulher e Voz e as jovens escreveram as primeiras palavras que vinham à mente. O resultado não podia ser mais emocionante. São poemas cheios de força e reflexão, que você pode conferir nos vídeos. A despedida foi com a leitura de Mulata Exportação, da Elisa Lucinda

IMG_6102No terceiro encontro, todos os laços já estavam formados e tudo começou com a leitura de trechos das obras de Carolina Maria de Jesus. Cada frase rendeu comentários e discussões sobre o estigma da mulher negra de periferia, empobrecimento e marginalização, direitos humanos das meninas e espaço das mulheres na política brasileira.

O resultado de todos os compartilhamentos está no livro Expressão das Minas, confeccionado em conjunto e que conta com sete poemas escritos durante as aulas, a próprio punho pelas autoras – Kimberlly, Sheronlaine, Rafaele, Érica e Naná. O livro fará parte do Acervo Feminista Enid Backes e da Biblioteca Comunitária Chocolatão e estará à disposição de todas e todos em breve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s