Oficina Literária Expressão das Minas começa esta terça-feira


12096447_436535009877654_4704682786678766751_nA fim de inventar um espaço para a criação literária e estudo das escritoras exclusivo para as meninas, o Ponto de Cultura Feminista: corpo, arte e expressão, coordenado pelo Coletivo Feminino Plural em parceria com várias entidades, e a Ong Cirandar 
convidam para a Oficina Literária Expressão das Minas, realizada nos dias 9, 16 e 23 de agosto na Biblioteca Comunitária Chocolatão (Rua Mario Juarez de Oliveira, 261 – entrada pela Avenida Protásio Alves, 9.091). O Ministério da Cultura, a Secretaria Estadual da Cultura e o Coletivo Feminino Plural, através do Ponto de Cultura Feminista: corpo, arte e expressão convidam

O lançamento contará com um roda de conversa com o Coletivo Oluchi de Turbantes sobre corpos e empoderamento das mulheres negras. Ministrada pela professora de Literatura, poetisa e contadora de histórias Ana dos Santos, a oficina é gratuita e exclusiva para meninas. O espaço conta com acessibilidade universal.

Mais informações e inscrições pelo email pontodeculturafeminista@gmail.com.

Sobre o Ponto de Cultura Feminista:

O Ponto de Cultura Feminista: corpo, arte e expressão é um projeto coordenado pela ONG Coletivo Feminino Plural, de Porto Alegre, em parceria com outras entidades. Integra a Rede Nacional dos Pontos de Cultura e surge através do desejo de acionar o corpo, em especial o corpo das mulheres, como território de múltiplas possibilidades de expressão. Os direitos sexuais e reprodutivos são trazidos para a cena como vetores para questionar a secular tentativa de destituição da autonomia das mulheres de explorar o corpo na perspectiva de sua autodeterminação como sujeito.

Execução: Coletivo Feminino Plural e Ponto de Cultura Feminista: corpo, arte e expressão

Comitê Gestor do Ponto de Cultura: corpo, arte e expressão – Coletivo Feminino Plural, Mirela Kruel, Ilê Mulher, Cirandar, Andressa Cantergiani, Carolina Pommer, Inclusivass, Rede Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos

Apoio: Fundação Luterana de Diaconia, Rede RS dos Pontos de Cultura, Governo do Estado do Rio Grande do Sul, Cultura Viva, Secretaria de Diversidade e Cidadania, Governo Federal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s