Arquivo mensal: fevereiro 2016

Ponto de Cultura Feminista: corpo, arte e expressão promove o 1º Festival #ArtivismoFeminista

Cartaz Ponto A3O encontro ​entre artistas e ativistas feministas e suas produções​ pode ser uma forma de promover a conscientização e empoderamento de meninas e mulheres​ quanto à sua cidadania e direitos. Acreditando nisso, o Ponto de Cultura Feminista: corpo, arte e expressão, projeto da Ong Coletivo Feminino Plural,​ em parceria com outras entidades e artistas,​ promove o seu primeiro Festival #ArtivismoFeminista​ no contexto do Dia Internacional da Mulher.​ O evento ​será ​realizado entre os dias 10 e 13 de março, na Casa de Cultura Mario Quintana. Os temas abordados são latentes no mês em que a pauta feminista ​ e de direitos das mulheres ​ganha maior visibilidade, ​enfatizando a ampliação dos direitos humanos em relação à sexualidade, violência de gênero e poder. O projeto é apoiado pela Secretaria de Cultura/Sedac e pelo Ministério da Cultura/MINC, pelas entidades Rede Feminista de Saúde, Cirandar, Grupo Inclusivass, Ilê Mulher e conta com a parceria da Casa de Cultura Mário Quintana.

O I Festival #ArtivismoFeminista contará com uma intensa programação de oficinas, rodas de conversa, aula aberta, ações de ativismo ​, e um sarau acessível denominado “Corpos DiVERSOS” sob a responsabilidade do Grupo Inclusivass de mulheres com deficiência no dia 11 às 18 horas. Esta atividade complementa a recepção à farmacêutica Maria da Penha, que estará na cidade para Seminário sobre a aplicação da Lei que leva seu nome.

Todas ações do festival são​ gratuitas,​ abertas ao público ​em geral​, mas especialmente voltado a mulheres de todas as idades. À exceção do dia 13 à tarde, onde as atividades acontecem no Parque da Redenção, todas as outras se realizam na Casa de Cultura Mario Quintana​ (Rua dos Andradas, 736). A ideia é reunir ​mulheres de diferentes regiões de Porto Alegre, etnias,  idades, identidades sexuais​ e de gênero, para conversar sobre Feminismos, Saúde e Direitos Reprodutivos, Políticas Públicas para as Mulheres e para a Cultura.

​O Manifesto que convoca a atividade afirma que “juntas, iremos proclamar que este seja um tempo de liberdade e de expressão, um tempo de viver a experiência do corpo, de vozes não silenciadas, momento de sonhar com um mundo melhor, mais justo e sincero​”. Segundo a artista visual Luisa Gabriela dos Santos, coordenadora do Ponto de Cultura Feminista Corpo Arte e Expressão, “apesar da violência, discriminação e preconceitos presentes no cotidian​o, nós mulheres​ ​resistimos e existimos plenas de potencial criador e certas de que nossa arte extravasa qualquer referencial androcêntrico​”, referindo-se ao machismo e à elevada violência de gênero ainda presente na sociedade.

Um fervo abre a programação

O ciclo de atividades começa com um Fervo Feminista – Expressões Diversas de Mulheres Artistas no dia 10 de março, às ​18h. ​Esta ação de #ArtivismoFeminista abre espaço na Travessa dos Cataventos às diversas expressões artísticas em uma proclamação para que ​”​este seja um tempo de liberdade e de expressão, de viver a experiência do corpo, de vozes não silenciadas, que possamos sonhar com um mundo melhor, mais justo e sincero​”​.

Na sexta feira, dia  11  de março ​ à tarde ​começam as oficinas de artes cênicas, em que as artistas Andressa Cantergiani e Carol Pommer irão​ trabalhar com performance e teatro​. Este curso segue nos dias 19 e 26 de março e aos sábados de abril na sala Cecy Frank da Casa de Cultura Mario Quintana. Após​ esta atividade​, às 18 horas ocorre o Sarau Inclusivass Corpos DiVERSOS , concomitante com a mostra Diálogos Mulheres que Escrevem, com a presença de mulheres e suas publicações, venda de livros e troca de ideias no Hall da Ala Leste da CCMQ.

No sábado (12) à tarde, além de oficina de artes cênicas, ​o Festival promove o diálogo sobre ​a articulação dos temas racismo e gênero com mulheres que atuam em pontos de cultura​, denominado​ Mulheres Negras e Cultura: Ativando e Fazendo Nós. ​E a partir das 19h é a vez da mostra de filmes Curta Circuita, com obras de curta metragem produzidas por ​cineastas ​mulheres e sobre mulheres. Será valorizada a produção audiovisual gaúcha e brasileira, destacando diretoras que se dedicam a temas femininos e feministas.

No último dia, domingo (13), o ponto de encontro das mulheres ​ se transfere para os Arcos da Re​denção​ (Parque Farroupilha)​, a partir das 16h.​ Ali ocorrerá uma roda de conversa ao ar livre​ sobre direitos sexuais e reprodutivos na perspectiva da diversidade sexual. O encerramento fica por conta da Intervenção Artivista resultado da Oficina de Artes Cênicas: Teatro, performance e ativismo feminista​ (Andressa Cantergiani e Carolina Pommer).​

A programação conta com a parceria das entidades que compõem o Ponto de Cultura, como  Ilê Mulher, ONG Cirandar, Grupo Inclusivass, Rede Feminista de Saúde,  Acervo Feminista Enid Backes, Fundação Luterana de Diaconia, Escola Lilás de Direitos Humanos, Núcleo de Gênero e Religião da EST, artistas Andressa Cantergiani, Carolina Pommer, Mirela Kruel, e mais a Rede Lilás – GT Prevenção, educação e cultura, Rede Pontos de Cultura RS, Casa de Cultura Mario Quintana, Secretaria de Estado da Cultura RS, Ministério da Cultura/MINC, Biblioteca Pública de São Leopoldo, Rumo Norte e
Movimento SuperAção.

Programação completa do Festival do Ponto de Cultura Feminista: Corpo, Arte e Expressão – #artivismofeminista

Dia 10 de março de 2016 (quinta-feira)
18h30 – Abertura do Festival – Aula aberta sobre Feminismos com Télia Negrão (Rede Feminista) e Maria Luisa Pereira de Oliveira (plataforma Dhesca Brasil) – Local: Travessa dos Cataventos (CCMQ)
20h – Fervo Feminista – Expressões diversas de mulheres artistas – Local: Travessa dos Cataventos (CCMQ)
PÚBLICO: atividades são destinadas a um público misto

Dia 11 de março de 2016 (sexta-feira)
14h – Abertura da oficina de artes cênicas: Teatro, performance e artivismo feminista com Andressa Cantergiani e Carol Pommer. As oficinas seguem nos dias – 19 e 26 de março e 02, 09, 16, 23 e 30 de abril (sábados) – das 14h às 18h – Local: Sala Cecy Frank (CCMQ)
18h – Sarau Inclusivass: Corpos DiVERSOS + Diálogos Mulheres que escrevem com a presença de mulheres e suas publicações, venda de livros e troca de ideias. Local: Hall da Ala Leste (CCMQ)
PÚBLICO: A oficina é destinada ao público de mulheres; o Sarau é aberto a um público misto.

Dia 12 de março de 2016 (sábado)
14h – 2º dia de oficina de artes cênicas: Teatro, performance e artivismo feminista com Andressa Cantergiani e Carolina Pommer Local: Sala Cecy Frank (CCMQ)
17h – Mulheres Negras e Cultura: ativando e fazendo nós – Diálogos sobre raça e mulheres desde os pontos de cultura. Local: Auditório Luis Cosme(CCMQ)
19h – Curta Circuita – Mostra de filmes de curta metragem produzidos por mulheres e sobre mulheres.Local: Auditório Luis Cosme (CCMQ)
PÚBLICO: A oficina é destinada ao público de mulheres; as outras atividades são para público misto.

Dia 13 de março de 2016 (domingo)
16h – Essas Mulheres e seus direitos sexuais e reprodutivos. Roda de conversa sobre direitos sexuais e reprodutivos na perspectiva da diversidade sexual. Local: Parque da Redenção – Concentração nos Arcos.
18h30 – Intervenção Artivista da oficina de artes cênicas: Teatro, performance e ativismo feminista
PÚBLICO: as duas atividades são destinadas a um público misto.

Confira também a programação completa do Coletivo Feminino Plural e parcerias para o mês de março.

Anúncios

Comitê-gestor realiza reunião para retomada das atividades em 2016

O Comitê-Gestor do Ponto de Cultura Feminista: corpo, arte e expressão voltou a se reunir 11218455_426924627505359_918764659499655766_nno dia 11 de fevereiro na sede do Coletivo Feminino. O objetivo foi retomar algumas decisões tomadas no final do ano passado e traçar um calendário para o primeiro semestre de 2016.

Vem novidade por aí, a começar pela inclusão de ações do ponto na Agenda Unificada do 8 de março de Porto Alegre, a ser realizado no Centro da cidade, e início das oficinas de teatro com as meninas da Restinga. Continua de olho nas novidades. Nós te mantemos informada de tudo por aqui!